carrinho-quebrado

Por experiência posso afirmar que cerca de 40% dos e-commerces encerram suas atividades  no primeiro ano de vida.

Quais os motivos que levam uma loja virtual a encerrar suas atividades tão cedo?

Após quase 10 anos de experiência na Sphera, implantando e acompanhando nossos clientes, cito alguns fatores que levam os empreendedores virtuais ao insucesso.

Em primeiro, comum também nos empreendimentos em lojas físicas, eu coloco a “falta de planejamento”. Muitos iniciam seu negócio sem a mínima análise, definição de estratégias, mercado de atuação, planejamento de marketing, etc.

Havendo necessidade, no caso de uma loja “física”, de investimento em prédio, aluguel, reforma, mobiliário, equipamentos, funcionários, telefone, entre outros, faz com que muitos optem em arriscar suas finanças no mundo virtual. Concordo que o investimento pode ser menor nesta fase em uma loja virtual, comparado a uma estrutura física.  É possível contratar uma plataforma de e-commerce com investimento relativamente baixo.

Na Sphera, atualmente, cobramos um valor de implantação (layout, programação, formas de pagamentos, treinamento) e uma mensalidade de nosso sistema de e-com que inclui: manutenção técnica, hospedagem da loja, banco de dados SQL Server e manutenção técnica. Muitos questionam o investimento e sempre digo que, se acham que não podem arcar com estes valores, que pensem melhor antes de iniciarem a empreitada no mundo virtual, pois podem estar fadados ao fracasso.

Este é, na minha opinião, o segundo e maior fator que leva as lojas virtuais ao fechamento: a “falta de investimento” pós inauguração da loja virtual. Investimento em diversidade de produtos, estoque, qualidade, fotos e descritivos profissionais e, principalmente, em divulgação, comunicação e publicidade.  Somos bastante questionados por pessoas querendo saber o quanto investir em campanhas do Google AdWords, alguns perguntam se R$ 300,00, R5 500,00/mês são suficientes. Este valor pode ser insignificante (e na maioria das vezes é mesmo) dependendo do segmento de atuação da loja.

O e-commerce no Brasil está em crescimento e tem crescido ano a ano. Mas é um mercado tão competitivo quanto o mercado tradicional, ou mais, pois concorre com lojas de todo o território Brasileiro e, em alguns setores, do mercado mundial.

Não basta ter ótimos produtos, uma bela loja, uma ótima plataforma de e-commerce se as pessoas não souberem disso, não a encontrarem, não souberem de sua existência. Amigos curtirem e divulgarem seu empreendimento nas redes sociais pode ajudar, mas apenas isso não garante o retorno desejado. Invista após o lançamento de sua loja e suas chances de alcançar o tão almejado sucesso será muito maior.

Orlando Forster Neto - Sphera Comunicação Interativa